Aventura de tandem até Fátima – A minha preparação

A poucos dias da partida para Fátima, o foco na preparação é cada vez maior: treino, alimentação, suplementação, descanso, meditação, hidrocolonterapia, massagem descontraturante, etc.

Não há nada como cuidar bem de mim para dar o melhor de mim 😉

E é exatamente isso que eu quero partilhar hoje, o que eu faço em tempo de treino que me permite dar o meu melhor!

A ALIMENTAÇÃO é um tema que me desperta muita a atenção, até porque é muito graças à alimentação que eu faço diariamente que hoje vivo sem sintomas da artrite reumatóide. Nos dias em que as dores surgem, é fácil para mim perceber a relação com um determinado alimento ingerido nos dias anteriores.

Nesta fase de treinos mais exigentes e prolongados (estamos a falar de 4h a 6h de bicicleta por treino), precisei de repensar a minha alimentação por causa do aumento de energia despendida e do desgaste a nível muscular e articular. Para isso, tenho o imprescindível apoio da minha amiga e parceira Marta, coach alimentar e de saúde, que me orienta na escolha dos alimentos para o antes, o durante e o pós-treino. Partilho aqui o plano que ela me sugeriu e que acredito ser uma mais-valia para quem treina regularmente.

ANTES DO TREINO
É importante ingerir fontes de hidratos e gordura. Os hidratos vão providenciar energia de forma rápida e a gordura providencia uma energia mais duradoura.
Fruta + 2 ovos + 2 tostas com manteiga
Café

DURANTE O TREINO
Dependendo da quantidade de horas que durar o treino, será necessário fazer mais do que um reforço energético. É necessário energia de acesso rápido, ou seja, hidratos.
Treino de 4 horas: 1 banana + 1 barra energética
Treino de 6 horas: 1º snack: 1 banana + 1 barra energética
2º snack: bebida isotónica (por exemplo N.O. Max shot)

APÓS O TREINO
É muito importante ingerir proteína nos 30 minutos após o treino para reparar os danos musculares.
Pode ser um batido de whey protein ou uma refeição com carne ou ovos.

Aliada à alimentação, surge a necessidade de SUPLEMENTAÇÃO que me garante o aporte diário de nutrientes e de vitaminas essenciais para o equilíbrio do meu organismo, não só ao longo do ano, como também nesta fase de maior exigência a nível físico e mental.

Confio nos suplementos da marca Ecogenetics (à venda na Live Real Today) que me dão as vitaminas e os minerais insdispensáveis para a minha saúde e forma física e mental. A minha escolha para esta fase de treino recai no pack básico que eu tomo desde o momento em que deixei a medicação convencional e passei a cuidar de mim com base na minha escolha alimentar e na suplementação natural:

Dar o melhor de mim passa também pela necessidade de recuperar e manter energia, manter o foco e aceder a todos os meus recursos internos tais como a paciência, a confiança, a resiliência, a motivação, etc. Respeito esta minha necessidade pelo tempo que eu dedico ao DESCANSO e à MEDITAÇÃO.

Sendo eu uma pessoa que privilegia e precisa entre 7 a 8 horas diárias de sono para me sentir bem e enérgica, não descuro esta parte pois eu sei que me permite estar e sentir-me bem. No passado, cheguei muitas vezes a desvalorizar esse descanso diário, de acordo com as minhas necessidades, na medida em que se não dormisse tanto num dia ou dois ou três, compensaria numa outra altura, nem que fosse no fim de semana. A longo prazo, esse descuido deixou sequelas e levou-me a quedas drásticas e prolongadas a nível de energia, de foco e de motivação. Ao longo destes anos, aprendi a dar ao meu corpo o que ele precisa para se sentir bem e o descanso faz inevitavelmente parte do que ele precisa para se manter são e alerta.
A MEDITAÇÃO é algo que eu trouxe para a minha vida mais recentemente e tem-me trazido muitos benefícios, principalmente ao nível do foco e do meu equilíbro emocional. São momentos que eu me ofereço para estar comigo e com a minha respiração e que me ajudam e ensinam diariamente. Ao longo do tempo, a meditação deixou de ser uma obrigação, um “tem de ser” como inicialmente era para mim e tornou-se num momento que eu me concedo para estar comigo. E a verdade é que eu aprendi a adorar estar só comigo 🙂
A minha respiração também se modificou, deixou de ser tão acelerada e curta, o que contribuia geralmente para momentos de stress e de ansiedade, e passou a ser mais calma e profunda. É algo que eu noto nos treinos de bicicleta. Apesar de andar há já vários anos com o meu pai, este ano senti uma enorme diferença a nível da respiração, principalmente em longas subidas e treinos exigentes. Não me canso tão facilmente, não fico ofegante ou mesmo “sem ar” ao ponto de ter de parar; graças à respiração consigo manter um ritmo certo e prolongado.

Cuidar dos meus intestinos através da HIDROTERAPIA DO CÓLON é outro dos passos para me sentir bem e sem sintomas da artrite reumatóide.

Ao limpar e desintoxicar as mucosas intestinais, estou a contribuir para a eliminação da inflamação – causada por certos alimentos, pelo ambiente, pelo treino ou pelo stress – para a renovação da flora intestinal e para a melhoria do meu sistema imunitário. No caso de alguém que pratica desporto, é importante ter em conta que quando treinamos, e principalmente quandos os treinos são intensos, causamos inevitalvemente inflamação no organismo pelo que esta terapia é uma mais-valia para atletas das mais variadas modalidades.  Para isso, tenho ao meu lado a Equilibrium Saudebeleza, um dos parceiros da Live Real Today e patrocinador desta minha aventura de bicicleta. E além da hidroterapia do cólon, é possível fazer nesse mesmo espaço uma MASSAGEM DESCONTRATURANTE que permite relaxar e alongar a zona muscular.

Podes acompanhar a minha aventura aqui: eli_magiclife_coach

Autora:
Elisabete Dias
Coach Emocional & Parental

 


Se também tu precisas de orientação para dar o melhor de ti no teu treino, podemos ajudar-te através de uma sessão de coaching alimentar e de saúde. Clica aqui para agendares a tua sessão.

 

 

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.